Como começar?



Olá leitores! Acreditem, apesar de ler muito, nunca fui boa com introdução. Mas, como vocês perceberam, esse aqui é um novo blog, e como vocês também deve ter percebido, leitura será nosso foco. Eu me chamo Laura e a Lari também é daqui, esperamos que gostem desse nosso cantinho. Se gostarem, podem seguir e em breve curtir nossa página no Facebook. 

Estava pensando em como seria esse primeiro post e tive uma ideia. Conversei com a Lari, que em breve postará aqui também e tivemos uma ideia que achei bem legal para fazer uma primeira postagem aqui do blog. Quando a gente começa a ler um livro, é uma ótima sensação, não é mesmo? Então por que não começar o blog com alguns começos inesquecíveis, já que não sou tão boa com apresentações...

Bem, quem já leu e não se lembra do começo de Percy Jackson e o Ladrão de Raios? Ainda bem que não seguimos o conselho do Cabeça de Alga!
Olhe, eu não queria ser um meio-sangue. Se você está lendo isto porque acha que pode ser um, meu conselho é o seguinte: feche este livro agora mesmo. Acredite em qualquer mentira que sua mãe ou seu pai lhe contou sobre seu nascimento, e tente levar uma vida normal.
E que tal o começo de A Seleção, com nossa querida ("Não sou sua querida" rsrs) America Singer?
Minha mãe entrou em êxtase quando pegamos a carta no correio. Ela já tinha decidido que todos os nossos problemas estavam solucionados, tinham desaparecido para sempre. O grande empecilho em seu plano brilhante era eu. Eu não me considerava uma filha muito desobediente, mas também não era uma santa. Não queria ser da realeza. Não queria ser Um. Não queria nem tentar.
Katniss Everdeen, nossa tributo do Distrito 12 que logo virou símbolo de uma revolução, o que nunca imaginaríamos com esse começo de Jogos Vorazes, né?  

Quando eu acordo, o outro lado da cama está frio. Meus dedos se esticam, procurando o calor de Prim mas encontrando apenas a áspera lona que cobre o colchão. Ela deve ter tido sonhos ruins e subido com a nossa mãe. É claro que ela subiu. Esse é o dia da colheita. 
Com esse começo calmo quem diria que Tris passaria tanto sufoco em Divergente?
Há um único espelho em minha casa. Fica atrás de um painel corrediço no corredor do andar de cima. Nossa facção permite que eu fique diante dele no segundo dia do mês, a cada três meses, no dia em que minha mãe corta meu cabelo.
Mais algum começo que marcou sua vida como leitor? Pode contar pra gente!

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas